Morra de rir com as melhores piadas.

A rampa

O sujeito vai andando pela estrada montado num jegue quando, de repente, o jegue pára. Como todo jegue que se preza, esse aí pára e não quer mais andar de jeito nenhum. O sujeito puxa pelo cabresto, empurra, mete-lhe o chicote e nada. Ele já está ficando desesperado sem saber o que fazer quando vê logo na curva à frente uma faixa: "CONSERTAM-SE JEGUES". Ele vai andando até o lugar onde encontra-se a faixa e vê uma bem montada oficina de consertar jegues. Procura o responsável pela oficina, descreve o problema e o dono da oficina manda o ajudante num caminhão-guindaste buscar o animal. Chegam ao lugar onde está o jegue, o guindaste levanta o jegue, coloca-o sobre a carroceria e seguem todos para a oficina. Ao chegar lá, o dono da oficina fala pro ajudante:
— Bota ele na rampa.
O guindaste desce o jegue na rampa. Aí o dono da oficina pega duas pesadas raquetes de madeira, aproxima-se do jegue e dá uma forte raquetada nos testículos do jegue.
Santo remédio: o jegue sai em disparada.
O dono do jegue fica atônito com a eficiência do serviço, mas tem uma dúvida e pergunta:
— E agora? Como é que vou pegar o jegue?
Aí o dono da oficina fala pro ajudante:
— Bota ele na rampa.
/